TV SENADO passa a transmitir sessões de Plenário e CAS com tradução simultânea em Libras

Presidente do Senado Rodrigo Pacheco
Pronunciamento de Rodrigo Pacheco é transmitido com tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras) - Reprodução TV Senado

As transmissões da TV Senado estão mais inclusivas desde o início de 2021, quando a emissora passou a oferecer a tradução simultânea em Língua Brasileira de Sinais (Libras) nas sessões do Plenário. As reuniões da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) também contarão com o recurso. A medida atende às solicitações dos senadores Flávio Arns (Podemos-PR), Mara Gabrilli (PSDB-SP) e Romário (Podemos-RJ). A novidade foi um dos destaques durante a transmissão da eleição para a Presidência da Casa, na semana passada.

Os senadores aprovaram a inovação e ressaltaram a importância da emissora na transparência e na conexão da Casa com o cidadão.

— Garantir que nossa fala chegue a todos é uma atitude que, além de obrigatória, emana espírito público. Nada mais justo que os veículos da Câmara, do Senado e do governo deem esse exemplo — disse Mara Gabrilli.

Para Flávio Arns, a TV Senado possui uma “caminhada bonita e necessária” de aproximação do Congresso com a população, que, assim, pode acompanhar os debates políticos.

— Agora, [será] de uma maneira mais inclusiva, abrindo a janela [na tela de tv para tradução simultânea] de Libras para que os deficientes auditivos também possam acompanhar [as transmissões]. É um avanço importante, desejado há anos e que enfim se concretizou — destacou ele.

Inclusividade

A janela de Libras na TV Senado é apenas uma das várias ações inclusivas que a Casa vem adotando desde 2020. Em novembro, por exemplo, foi deflagrada a campanha Capacitismo não tem vez — com ações pontuais e divulgação na intranet do Senado, essa campanha tem o objetivo de combater o preconceito contra pessoas com deficiência e jogar luz sobre diversas iniciativas de acessibilidade já implementadas ou em progresso.

Em outra ação inclusiva, a Coordenação de Visitação Institucional do Senado realizou em dezembro o primeiro tour remoto com tradução simultânea em Libras. O encontro reuniu cerca de 35 pessoas, entre elas 15 com deficiência auditiva.

 

Fonte: Agência Senado

Font Resize