Webinário abordou os direitos das pessoas com deficiência no futebol

O esporte como forma de inclusão social e melhoria da vida de pessoas com deficiência foi o tema do bate-papo webinário “Futebol sem barreiras”, evento do projeto Integra Brasil. A iniciativa promove ações de inserção em campo e eventos temáticos em regiões de vulnerabilidade social para o enfrentamento de graves violações de direitos humanos.

“Nós apostamos no esporte, no futebol, para tirar muitas pessoas com deficiência da depressão. Infelizmente, temos pessoas com deficiência pensando em desistir da vida, um número grande se suicidando. Encontramos no esporte uma resposta para as pessoas que estão passando por isso. Muita gente tem vencido a depressão, o medo, a tristeza por meio do esporte. Hoje é um dia especial”, afirmou a ministra.

A secretária nacional dos direitos da pessoa com deficiência, Priscilla Gaspar, chamou a atenção para a capacidade que as práticas esportivas possuem de promover o bem-estar individual e coletivo. “O esporte constitui uma importante ação de inclusão social, que, por meio de suas regras, convivência social e disciplina, tem o potencial de transformar vidas e realidades de indivíduos e de comunidades, bem como de prevenir violações dos diversos direitos”, disse.

A secretária citou artigos da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI), que promovem os direitos desse segmento.

Durante o evento, a secretária-executiva adjunta do MMFDH, Viviane Petinelli, falou sobre os objetivos do Integra. “Com esse webinário, fechamos este ano com chave de ouro, pois falamos com uma população tão especial e que ainda carece de um olhar muito mais atencioso por parte do Estado, da própria sociedade e dos clubes de futebol. Por isso, nós estamos aqui hoje”, destacou.

Webinário

Mediado pelo representante do Ministério da Cidadania (MC), José Alexandre Carvalho, o evento contou com a participação do secretário nacional do paradesporto do MC, Erinaldo Chagas, com atletas paralímpicos e com deficiência, dirigentes de comitês, e, representantes do Santos Futebol Clube.

“Vamos juntar as políticas públicas dos ministérios para proporcionar às pessoas com deficiência um acesso ao esporte como um todo”, destacou Chagas, dando ênfase às pessoas surdas, autistas, com nanismo, síndromes e outras deficiências.

Multicampeão no futebol de 5, exclusivo para cegos ou deficientes visuais, e um dos atletas participantes do webinário, Ricardo Alves, o Ricardinho, perdeu a visão aos 8 anos de idade. Durante a atividade virtual, ele contou experiências vividas.

“O esporte me ensinou muita coisa. Eu acho que o esporte é uma ferramenta com potencial infindável para forjar o caráter. Quando se trata de um atleta paralímpico, agrega mais valores porque o esporte me ajudou a vencer barreiras e o preconceito. Antigamente, muitas pessoas me viam como um coitadinho. Hoje, as pessoas me param na rua com reconhecimento”, disse o jogador.

O projeto

Lançado em 2019 pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), pelo Ministério da Cidadania e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – em parceria com clubes de futebol, universidades e governos municipais e estaduais –, o Integra Brasil promove ações de inserção em campo e eventos temáticos em regiões de vulnerabilidade social para o enfrentamento de graves violações de direitos humanos.

O projeto também amplia o acesso e o alcance da prática esportiva no país e contribui para a prevenção do uso de álcool e outras drogas nos diversos espaços e ambientes esportivos. Além da paz no futebol, trata de temas como discriminação, inclusão de pessoas com deficiência, direitos da criança e do adolescente, esporte como instrumento de inclusão social, combate à discriminação da mulher, entre outros.

Os seminários promovidos pelo projeto têm o objetivo de sensibilizar quanto às violações de direitos humanos, à defesa dos direitos do torcedor, à educação em antidopagem e aos valores do espírito esportivo. Também buscam a prevenção ao uso de álcool e outras drogas nos diversos espaços e ambientes esportivos.

Assista o webinário no Youtube:  https://www.youtube.com/watch?v=OfCWIVqWo6Y&feature=youtu.be

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MMFDH

Font Resize