Wendell Belarmino leva bronze nos 100m borboleta em Tóquio

Wendell Belarmino comemora bronze em Tóquio
Miriam Jeske/CPB

Parecia que o última dia de finais da natação não traria medalhas para o Brasil, mas na penúltima prova da programação no Centro Aquático de Tóquio Wendell Belarmino obteve um bronze heroico, nos metros finais, nos 100m borboleta da classe S11 (para deficientes visuais). Foi a 23ª medalha nacional na modalidade nesta edição.
Wendell marcou 1min05s20 e desbancou na reta final o holandês Rogier Dorsman (1min05s67), que se manteve entre os três primeiros ao longo de quase todo o percurso. O ouro e a prata foram para o Japão: Keiichi Kimura (1min02s57) bateu em primeiro, seguido de Uchu Tomita (1min03s59).

Foi a terceira medalha do nadador de 23 anos no Japão. Ele tem uma de cada cor: foi ouro nos 50m livre S11, prata no revezamento 4x100m livre misto até 49 pontos e bronze agora nos 100m borboleta S11.